Category: Receitas

Risotto de aspargo com toque de limão

O almoço de hoje não poderia ter sido mais saboroso. Boa companhia e um risotto de aspargo com toque de limão. Em meio as provas a serem corrigidas a ao calor abafado que faz em Chapecó, foi um suspiro fresco no dia.

Ingredientes: 2 xícaras e meia de arroz, 1 cebola grande, dois dentes de alho, cheiro verde, um maço de aspargos, manjerição, suco de 3 limões, sal e azeite de oliva a gosto. Queijo é opcional.

Preparo:  Frite a cebola, o alho e o aspargo. Quando a cebola estiver começando a ficar dourada,  acrescente o arroz e frite por mais um ou dois minutos, sempre mexendo para não grudar. Acrescente água, sal a gosto e deixe cozinhar. Um pouco antes de desligar, coloque o cheiro verde, o manjerição e queijo em cubos (caso você não seja vegano). Depois de desligar é a vez do suco de limão. Sirva em seguida.

OBS: Alimenta bem três pessoas sem café da manhã com almoço servido as 14h.

Untitled-1

Dias veganos em São Paulo

Encontrar o Douglas e a Vanessa é sempre uma comoção. Dias intensos de muito amor e gritaria, regados ao melhor da cozinha vegana. Cada refeição, do café da manhã ao jantar, passando por almoços e brunchs, é um verdadeiro composto de saborosos ingredientes e diálogos afiados.

Os anos de amizade, que tanto nos fizeram conhecer uns aos outros, permitem não apenas a profundidade dos mais belos existencialismos, mas as alegrias das mais deliciosas sabotagens. A arte de jogar verdades na cara se mistura com a arte da boa culinária, sempre preparada com um imenso respeito pelas composições de gustativas e estéticas.

Uma deliciosa geléia de amoras com suco natural de tangerina, preparada entre confissões de amor profundo, tem um sabor todo diferente. Pesto de salsa, azeitonas temperadas, alcachofra com macadâmias, tomates com abobrinha e cebola ao forno, batatas fatiadas, abacalhoada de soja e outros quitutes tornaram os dias que estive em São Paulo muito mais saborosos.

Tudo isso, sem nada de origem animal. Momentos à mesa que vão deixar saudades no coração e um vazio no estômago. Para resolver esse problema, o jeito é ir para cozinha recriar alguns pratos para manter viva a memória. Para quem quiser me acompanhar, deixo abaixo as receitas repassadas pelo Douglas, do pesto e da geléia, carinhosamente apelidada de ximia.

-Mas por favor, dos dois lados do pão, porque os dentes de baixo também gostam de doce!

Untitled-1

Pesto de salsa: Um maço de salsa, um limão siciliano, macadâmias tostadas, sal, pimenta e muito azeite extra virgem. Bate tudo e vai ser feliz.

A ximia, irmã colona da geléia: Amoras batidas com açúcar e suco de tangerina natural. Leve ao fogo com um toquinho de cardamomo.